BRAZILIANMUSIC.COM


Artistas | Celebridades | Entrevistas | Artigos
Virtual Label | Homepage | Contato

brazilianmusic.com | artigos >> um amor eterno

UM AMOR ETERNO - ION MUNIZ    
Resenha por VIRGÍNIA AGUIAR    
 
 
 
 
 

    

Em seu CD Um Amor Eterno, lançado pelo selo Kalimba, Ion Muniz dispensa comentar sua música, dizendo que ela fala por si. Vale, porém, registrar a qualidade e sensibilidade imensas que esse trabalho contém.

Expressiva a versatilidade de Ion, que toca flauta, sax tenor e piano. Tal como recomenda o Salmo 133 - que é um dos temas deste CD, há a excelência da união fraterna do universo instrumental. Ao lado de Ion estão: Dario Galante, Theomar Ferreira, Edson Lobo, Lula Galvão, Jessé Sadoc Jr., Franklin da Flauta, Bilinho Teixeira, Jorge Continentino e Jessé Sadoc.

Em Arrocho, um refinado samba-choro, composto em 1973 e que será moderno em qualquer época que for ouvido, Ion, músico dedicado e perfeccionista, apresenta um sopro informal integrado à bateria incandescente de Theomar Ferreira e ao galante piano de Dario. Esse pianista italiano, há mais de vinte anos no Brasil, incluiu músicas de Ion em apresentações que fez em diversos espaços musicais do Rio de Janeiro, bem antes do lançamento deste CD.

Gi é outro tema raro, onde o flautista Ion viaja leve e profundo como se meditasse sobre o sentido de cada momento. Os solos de Dario se enquadram em perfeita harmonia e sincronicidade.

A bossa dá o tom. Não só Jobim inspira, mas também Donato, samba, jazz... E não poderia ser diferente para Ion, instrumentista, compositor, arranjador e um estudioso da música. Suas composições bem estruturadas soam como os clássicos que tornaram eterno esse gênero, com influência jazzística trazida dos Estados Unidos, onde viveu e somou experiências com grandes nomes do estilo.

E bossa com todo conteúdo é Ipanema, com o violão especialíssimo de Lula Galvão, unido à ternura da flauta de Ion, ao piano cheio de personalidade de Dario Galante, ao acompanhamento alto nível do contrabaixo de Edson Lobo e à bateria singular de Theomar Ferreira. Só mesmo Ion, que foi um dos componentes do quarteto do baterista Edison Machado, poderia descobrir um baterista de potência tão compatível para essa arte final.

Em Tom o piano de Ion é jobiniano e a flauta leve desliza suave, numa bossa muito bem acabada, num toque leve entre o contrabaixo, a vassourinha e o prato. "Tom é a expressão da profunda amizade que nos ligava e da saudade que sinto dessa maravilhosa criatura", ressalta Ion.

Um encontro ousado se dá em Janeiro. Theomar, dessa vez ao lado do sax tenor de Ion, se une ao também poderoso e expressivo trompete de Jessé Sadoc Jr. que, requisitadíssimo, está no pódio dos grandes desse instrumento. Sadoc Jr. e Ion gravaram parte da melodia em "dobra", o que produziu um efeito de orquestra. Em seu solo, Ion passa o recado com poucas notas. Jorge Continentino também se enquadra no sax barítono em Donato. Puro swing.

Em Marzo, composta na casa do amigo Cláudio Marzo, destaca-se Franklin da Flauta. O piano de Ion soa como se o próprio Jobim estivesse tocando. O violão de Bilinho Teixeira personaliza a faixa "Sem nome" e um solo especial de Theomar em Donato finaliza primorosamente o álbum.

Ion levou muitos anos para pôr em ordem a essência desse trabalho. Que importa! Afinal o que é o tempo para quem se enquadra num raro teor melódico; num senso estético fora dos padrões, digo, dentro de padrões de harmonia bem definidos; numa disciplina rara e contínua? A técnica é o caminho, e a vida também improvisa.

Ion Muniz ainda deve ter muito a mostrar, mas Um Amor Eterno representa um perfeito caminho e a definição exata para o que a boa música deve significar.

Virgínia Aguiar

Copyright © 2007 BrazilianMusic.com
Todos os direitos reservados - Reprodução proibida sem autorização por escrito


Ir para o website do Ion Muniz

Ion Muniz - Um amor eterno

Dario Galante, Edson Lobo, Lula Galvão, Theomar Ferreira, Bilinho Teixeira, Franklin da Flauta, Jessé Sadoc, Jessé Sadoc Jr., Jorge Continentino.
Todas as músicas compostas por Ion Muniz.
Kalimba, 2003


1. Arrocho
2. Gi
3. Ipanema
4. Janeiro
5. Marzo
6. Donato
7. Sarah
8. Sem nome
9. Salmo
10. Tom
11. Donato (solo Theomar)

ÍNICE DOS ARTIGOS


Artistas | Celebridades | Entrevistas | Artigos
Virtual Label | Homepage | Contato