English

Angenor de Oliveira - "Cartola"

Cartola não existiu.
Foi um sonho que tivemos.
- Nelson Sargento -

Cartola nasceu a 11 de Outubro de1908
no Rio de Janeiro, em um bairro chamado
Catete. Neste dia, o Brasil e o mundo recebia
um de seus cidadãos mais ilustres.

Ganhou o apelido pois quando
trabalhava em obras, usava um chapeu côco,
para não sujar os cabelos de cimento.

Foi em 1919 que Sebastião, Aida e seus
sete filhos chegaram no Buraco Quente,
(um bairro no morro de Mangueira).

Era franzino, mas muito esperto,
conta seu amigo e parceiro Carlos Cachaça,
que já morava em Mangueira e ainda vive
até hoje, (1997) aos 93 anos de idade.
Cartola em uma entrevista disse:
No meus olhos, em Mangueira
só tinham uns cinquenta barracos.
E provavelmente estava certo.

Ele e seus companheiros fundaram
a G.R.E.S Estação Primeira de Mangueira.

Sua contribuição à Cultura Brasileira é inestimável.

Sua concepção harmonica, suas melodias e versos
são simplesmente maravilhosos.
Mestres da Música como os maestros Villa Lobos
e Stokovsky foram ao Buraco Quente conhece-lo
e tomar conhecimento de sua obra.

Devido ao racismo, Cartola nunca foi economicamente
bem sucedido. Trabalhou até como pedreiro para sobreviver,
e no meio dos anos 60 o jornalista Stanislaw Ponte Preta
encontrou-o lavando carros no bairro de Ipanema,
e perguntou: Voce não é o Cartola? Sou, foi a resposta.
Isso causou muito espanto ao jornalista, que passou
a ajudá-lo, tornando-o mais popular.
Cartola, gravou seu primeiro disco em 1974.

Mas sua vida não foi só de tristezas.

Entre a metade dos anos 60 até sua morte em1980
conheceu um pouco de popularidade (mas não dinheiro),
e descobriu que todos que tinham a chance de ouvir suas
canções, ou ve-lo tocar e cantar, passava a ama-lo.

Através de suas canções, o povo brasileiro
pôde entender um pouco mais a vida, e como lidar
com o dia a dia de uma maneira mais poética.

Cartola partiu desse mundo deixando suas canções
e seu amor, e nós o louvamos, e o amamos muito.

Cartola ignorou a injustiça pois esteve sempre
ocupado, com o que tinha no coração.

Tinha sabedoria suficiente para saber o quanto
estava adiante de seu tempo, o quão importante
seria os Brasileiros um dia perceberem
a mensagem que Espíritos Africanos o designaram
para levar a terras distantes.

Hoje em dia, o mundo inteiro percebe.




Você pode saber mais sobre Cartola, lendo
"Os tempos idos",de
Marilia T. Barboza da Silva e Arthur L. de Oliveira Filho.


Em cada foto desta página, há um trecho de suas músicas.

A Poesia de Cartola


Procurando por CDs do Cartola?

CLIQUE AQUI!


Afro
Visite também

Mulher      Espiritu      Imagens da Música Brasileira      20 Casos Exemplares      Postais da Bahia


Mais uma iniciativa

musica

Preservando e propagando a Cultura Brasileira

copyright © 1995-2006 by
Brazilianmusic.com
Todos os direitos reservados.