Brazilian

A Poesia de Cartola

Corra e Olha o Céu
(Cartola/Dalmo Castelo)

Linda, te sinto mais bela
E fico na espera
Me sinto tão só
Mas o tempo que passa
Em dor maior , bem maior
Linda no se apresenta
O triste se aumenta
Fez-se a alegria
Oh, corra e olha o céu
Que o sol vem nascendo
Bom dia

Desfigurado
(Cartola)

Dizem que estou desfigurado, com razão
Estou cansado de pedir a Deus
E aos céus enfim
Um amor , onde encontrarei, Senhor!
Livrai-me desta nostalgia
Confiante ainda espero um dia

Meu coração é pobre e magoado
É infeliz como um menor abandonado
Viveu sempre nesta ilusão
Procurando um outro coração

Divina Dama
(Cartola)

Tudo acabado
E o baile encerrado
Atordoado fiquei
Eu dancei com você Divina Dama
Com o coração queimado em chama

Fiquei louco
Pasmado por completo
Quando me vi tão perto
De quem tenho amizade
Na febre da dança
Senti tamanha emoção
Devorar-me o coração
Divina Dama

Quando eu vi
Que a festa estava encerrada
E não restava mais nada de felicidade
Vinguei-me nas cordas da lira de um trovador
Condenando o teu amor
Tudo acabado.



Visite também

Mulher Espiritu Imagens da Música Brasileira 20 Casos Exemplares Postais da Bahia


Mais uma iniciativa
.